Esse pedido já foi realizado no serviço StudyBay
Em Studybay, você pode encomendar sua tarefa acadêmica a um de nossos 10000 escritores profissionais. Contrate seu escritor diretamente, sem pagamentos extra de agências e afiliados!
Verifique o preço da seu trabalho

Passagem da mão de obra indígena para a africana no litoral do Brasil Colonial, História, Artigo - 200

Número do pedido
200
Disciplina
Processando
27 Setembro 2017
COMPLETO EM
28 Setembro 2017
Preço
R$122,00
É peciso fazer rápido até history. Tem só 1 dia Título do pedido «Passagem da mão de obra indígena para a africana no litoral do Brasil Colonial».
crowd
Houve
15 ofertas
PauloPatriota
O usuário contratou o escritor
Esse pedido já foi realizado no serviço StudyBay
Em Studybay, você pode encomendar sua tarefa acadêmica a um de nossos 10000 escritores profissionais. Contrate seu escritor diretamente, sem pagamentos extra de agências e afiliados!
Verifique o preço da seu trabalho
Ou pode comprar esse trabalho....
PauloPatriota
PauloPatriota
Escritor
Páginas: 4
R$122,00
browser surf
Não gostou do trabalho?
Pode encomendar o trabalho acadêmico
de qualquer tema
Encomendar o trabalho novo

Trabalho desenvolvido para a disciplina História do Brasil Colonial I, oferecida pelo curso de Licenciatura Plena em História na UFRPE. Indico como foi dada a passagem da mão de obra indígena para a africana no inicio da colonização brasileira pelos Portugueses.
A mão de obra indígena foi a primeira utilizada pelos colonizadores no Brasil colonial, contudo, foi pouco a pouco deixando de ser possível graças as técnicas de resistência desses grupos indígenas e do controle da igreja sobre os gentios. José Eisenberg trata exatamente desse controle em sua obra “As missões jesuíticas e o pensamento político moderno”, segundo Eisenberg, o controle passou a ser feito com base no modelo proposto inicialmente por Anchieta com seu experimento de Piratininga e logo depois por Nobrega, em que os índios seriam convidados a se mudar para povoamentos controlados pela coroa e pela Companhia de Jesus
O estabelecimento do Governo Geral em 1548, o Plano Civilizador de 1558 e a passagem do comércio extrativista para as grandes plantações de cana de açúcar mudam a forma de trabalho escravo na colônia lusitana, o escravo africano aparece como personagem principal e como novo nicho econômico para os traficantes de escravos, nicho que renderia lucros exorbitantes para a coroa portuguesa.
EISENBERG, José. As missões jesuíticas e o pensamento político moderno: A reforma das missões. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2000. P. 89 – 123.

ALENCASTRO, Luiz Felipe de. O trato dos viventes: Formação do Brasil no Atlântico Sul Séculos XVI e XVII. São Paulo: Editora Companhia das Letras, 2000. P. 11 – 42.

FAUSTO, Carlos. Os índios antes do Brasil: O nosso Nilo. Rio de Janeiro: Editora Zahar, 2000. P. 22 – 29.

SCHWARTZ, Stuart B. Segredos Internos: Uma geração exaurida, agricultura comercial e a mão de obra indígena. São Paulo: Editora Companhia das Letras, 1988. P. 41 – 54.
StudyBay é uma plataforma de freelance. Todos os trabalhos apresentados no site são enviados por nossos usuários que tenham concordado comregras d a colocação de trabalho no site e ter todos os direitors autorais necessários para esses trabalhos. Baixando o trabalho, você concorda que ele não será apresentado como o seu próprio, mas será usado apenas como um exemplo ou fonte, com a referência obrigatória para a autoria do trabalho. Se você é o proprietário dos direitos autorais e considera que este trabalho é postado aqui sem a sua permissão - por favor preencha o formulário e nós removemos o trabalho do site. Preencher os campos
Avaliamos em 10 minutos de graça
Não gostou do trabalho?
Pode encomendar qualquer trabalho acadêmico aos nossos escritores a partir de 5 reais! Faça o pedido e receberá as ofertas em 10 minutos!
Fazer um pedido