Studybay usa cookies para garantir que asseguramos a melhor experiência no nosso site. Continuando a usar Studybay, você aceita o nosso uso de cookies. Veja mais na nossa Política de Cookies
Esse pedido já foi realizado no serviço StudyBay
Em Studybay, você pode encomendar sua tarefa acadêmica a um de nossos 10000 escritores profissionais. Contrate seu escritor diretamente, sem pagamentos extra de agências e afiliados!
Verifique o preço do seu trabalho

CRESCIMENTO ECONÔMICO E A DESIGUALDADE SOCIAL, Economia, Monografia - 1237

Número do pedido
1237
Disciplina
Processando
2 Março 2018
COMPLETO EM
11 Março 2018
Preço
R$90,00
Tenho problema com Economia. Encomendo urgente até economics. Tem só 9 dias Título do pedido «CRESCIMENTO ECONÔMICO E A DESIGUALDADE SOCIAL».
crowd
Houve
10 ofertas
Roberto Salomão
O usuário contratou o escritor
Esse pedido já foi realizado no serviço StudyBay
Em Studybay, você pode encomendar sua tarefa acadêmica a um de nossos 10000 escritores profissionais. Contrate seu escritor diretamente, sem pagamentos extra de agências e afiliados!
Verifique o preço do seu trabalho
Ou pode comprar esse trabalho....
Roberto Salomão
Roberto Salomão
Escritor
Páginas: 35
R$90,00
browser surf
Não gostou do trabalho?
Pode encomendar o trabalho acadêmico
de qualquer tema
Encomendar o trabalho novo

Este trabalho testou a hipótese da curva de Kuznets de maneira empírica, a qual vem a ser em formato de U invertido, para o Brasil. Essa hipótese indica que os países estudados originalmente, por sua vez: Alemanha, Estados Unidos e Inglaterra, obtiveram crescimento econômico acompanhando de elevação da desigualdade de renda no período analisado. Essa dinâmica consiste em que no início do período, a desigualdade de renda está em determinado nível, para a médio prazo, se elevar concomitantemente à elevação da renda per capita até determinado ponto, no qual começa a se declinar, configurando assim o U invertido observado pelo autor. O teste da hipótese de Kuznets foi aplicado com o objetivo de se confirmar a teoria da curva em formato de U invertido para o Brasil, para assim se iniciar discus Mostrar todos
A teoria da curva de Kuznets, também conhecida como o U invertido, vem sido estudada ao longo dos anos por pesquisadores acadêmicos brasileiros, com o objetivo de se analisar e confirmar a aplicação desta teoria na dinâmica econômica do Brasil. A relação entre a desigualdade e o crescimento econômico já foi alvo de estudo de autores diversos, porém para Bussmann e Risco (2012), a abordagem de Kuznets é das mais significativas, a qual demonstra que a desigualdade de renda tem relação com o crescimento econômico, sob a linha no formato de U invertido.
Este trabalho tem por objetivo analisar se a hipótese de Kuznets pode ser validada na dinâmica econômica brasileira. Para tal, foram utilizados dados, como índice de Gini e renda per capita, de todo o Brasil, coletados do CENSO do IBGE de 2010 Mostrar todos
Kuznets (1955) questionou quais seriam os fatores que determinam o nível secular e quais as tendências na desigualdade de renda. São grandes questões em uma área de estudo que tem sido prejudicada pela falta de clareza e exatidão de seus dados. O autor ainda destacou cinco especificações importantes para melhorar a precisão do estudo: A primeira especificação vem a ser que as unidades para o registro dos rendimentos devem ser registradas e agrupadas em unidades com dados da despesa da família, contendo o número de indivíduos da família. Para assim se compreender melhor a relação entre a renda e o consumo da família.
A segunda especificação consiste em que a distribuição deve ser completa, ou seja, deve abranger todas as unidades do país ou região, ao invés de apenas em um segmento, seja n Mostrar todos
BARROS, L. C.; GOMES, F. A. R. Desigualdade e Desenvolvimento: a hipótese de Kuznets é válida para os municípios brasileiros? Revista Análise Econômica, Porto Alegre, ano 26, n. 50, p. 57-81, setembro de 2008.

BENEGAS, M.; MARINHO, E.; SOARES, F.; Desigualdade de renda e eficiência técnica na geração de bem estar entre os Estados Brasileiros. Revista de Economia Brasileira, out/dez 2004. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71402004000400006, acesso em 18 set. 2016.

BUSSMANN, T. B. RISCO, G. R. M.; Mensuração da desigualdade e do crescimento no estado de Minas Gerais: estimação da curva de Kuznets. In: XV Seminário Sobre a Economia Mineira, Diamantina, 2012. Disponível em: Acesso em: 23 abr. 2016.

FARIAS, A. T.; MATOS, D. L.; MOURA, F. R.; SANTOS, Mostrar todos
StudyBay é uma plataforma de freelance. Todos os trabalhos apresentados no site são enviados por nossos usuários que tenham concordado comregras d a colocação de trabalho no site e ter todos os direitors autorais necessários para esses trabalhos. Baixando o trabalho, você concorda que ele não será apresentado como o seu próprio, mas será usado apenas como um exemplo ou fonte, com a referência obrigatória para a autoria do trabalho. Se você é o proprietário dos direitos autorais e considera que este trabalho é postado aqui sem a sua permissão - por favor preencha o formulário e nós removemos o trabalho do site. Preencher os campos
Avaliamos em 10 minutos de graça
Não gostou do trabalho?
Pode encomendar qualquer trabalho acadêmico aos nossos escritores a partir de 5 reais! Faça o pedido e receberá as ofertas em 10 minutos!
Fazer um pedido