R$
Studybay - internet-intercâmbio de trabalhos estudantis
Conosco você pode encomendar resenhas, exames, trabalhos estudantis em geral

RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NO ESPAÇO ESCOLAR

Número do pedido
1460
Disciplina
Processando
8 Abril 2018
COMPLETO EM
9 Abril 2018
Preço
R$292,00
É peciso fazer rápido até education. Tem só 1 dia Título do pedido «RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NO ESPAÇO ESCOLAR».
crowd
Houve
15 ofertas
Mariana Batista da Silva
O usuário contratou o escritor
Esse pedido já foi realizado no serviço StudyBay
Em Studybay, você pode encomendar sua tarefa acadêmica a um de nossos 10000 escritores profissionais. Contrate seu escritor diretamente, sem pagamentos extra de agências e afiliados!
Verifique o preço da seu trabalho

RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NO ESPAÇO ESCOLAR

Mariana Batista da Silva
Páginas: 19
R$292,00
browser surf
Não gostou do trabalho?
Pode encomendar o trabalho acadêmico
de qualquer tema
Encomendar o trabalho novo
ou

As relações étnico-raciais na sociedade brasileira estão inseridas em um contexto no qual as diferenças se configuram e m desigualdades, com a marginalização da população negra devido ao seu pertencimento étnico-racial, inscrito na cor da pele e na textura dos cabelos, e pela sua ascendência africana. Essas desigualdades étnico-raciais estão presentes em diferentes aspectos que integram a realidade cotidiana e se manifestam nas instituições educacionais por meio de seus currículos.
A cultura, em nenhum lugar, configura-se uniforme e imutavelmente, variando de uma sociedade a outra e de um grupo a outro em uma mesma sociedade. Não se estabelece, do mesmo modo, a todas as pessoas, estando sujeita às disputas de interpretação.
Nesse sentido, a educação não transmite jamais a cultura, entendida como um patrimônio simbólico unitário e impreterivelmente coerente. Não pode também transmitir integralmente uma cultura ou culturas. A escola transmite, no máximo, algo da cultura.
Um dos desafios para repensar sobre as relações étnico-raciais nos currículos escolares se refere ao questionamento do currículo eurocêntrico, que geralmente é percebido como se, naturalmente, fosse a indicação do que é valioso a ser ensinado e não resultado de uma construção histórica. Nessa perspectiva, as discussões que emergem do debate a respeito da inserção da História e Cultura Africana e Afro-brasileira precisam, constantemente, questionar a seletividade do currículo hegemônico.
ARROYO, Miguel. A pedagogia multirracial popular e o sistema escolar. In: GOMES, Nilma Lino. (Org.) Um olhar além das fronteiras: educação e relações raciais. Belo Horizonte: Autêntica, 2007. p.111-130.

BRASIL. Lei n. 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, e dá outras providências. Brasília: MEC, 2003.

BRASIL. Lei n. 11.645, de 10 de março de 2008. Altera a Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei n. 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obri Mostrar todos
StudyBay é uma plataforma de freelance. Todos os trabalhos apresentados no site são enviados por nossos usuários que tenham concordado com regras d a colocação de trabalho no site e ter todos os direitors autorais necessários para esses trabalhos. Baixando o trabalho, você concorda que ele não será apresentado como o seu próprio, mas será usado apenas como um exemplo ou fonte, com a referência obrigatória para a autoria do trabalho. Se você é o proprietário dos direitos autorais e considera que este trabalho é postado aqui sem a sua permissão - por favor preencha o formulário e nós removemos o trabalho do site. Preencher os campos
Avaliamos em 10 minutos de graça
Não gostou do trabalho?
Pode encomendar qualquer trabalho acadêmico aos nossos escritores a partir de 5 reais! Faça o pedido e receberá as ofertas em 10 minutos!
Fazer um pedido