Studybay usa cookies para garantir que asseguramos a melhor experiência no nosso site. Continuando a usar Studybay, você aceita o nosso uso de cookies. Veja mais na nossa Política de Cookies
Esse pedido já foi realizado no serviço StudyBay
Em Studybay, você pode encomendar sua tarefa acadêmica a um de nossos 10000 escritores profissionais. Contrate seu escritor diretamente, sem pagamentos extra de agências e afiliados!
Verifique o preço do seu trabalho

A teoria de Winicott: relação mãe/bebê; mãe suficientemente boa, ambiente facilitador. A teoria de Winicott: Objeto transicional; comportamento anti-s, Psicologia, Trabalho Acadêmico - 986

Número do pedido
986
Disciplina
Processando
27 Janeiro 2018
COMPLETO EM
28 Janeiro 2018
Preço
R$559,00
Ajude! É preciso fazer até psychology. Tem só 1 dia Título do pedido «A teoria de Winicott: relação mãe/bebê; mãe suficientemente boa, ambiente facilitador. A teoria de Winicott: Objeto transicional; comportamento anti-s».
crowd
Houve
15 ofertas
Liliane de Oliveira
O usuário contratou o escritor
Esse pedido já foi realizado no serviço StudyBay
Em Studybay, você pode encomendar sua tarefa acadêmica a um de nossos 10000 escritores profissionais. Contrate seu escritor diretamente, sem pagamentos extra de agências e afiliados!
Verifique o preço do seu trabalho
Ou pode comprar esse trabalho....
Liliane de Oliveira
Páginas: 6
R$559,00
browser surf
Não gostou do trabalho?
Pode encomendar o trabalho acadêmico
de qualquer tema
Encomendar o trabalho novo

O presente artigo procura situar a posição de Winnicott na história da psicanálise, tomando o conceito de experiência como o eixo principal de sua teoria e clínica. Começa mostrando que a noção de experiência contempla um novo ponto de vista (o do bebê) e apóia-se na descoberta da existência de psiquismos verdadeiros e falsos.

Winnicott supõe que anteriormente à relação diádica, que envolve o bebê e a mãe (ou substituta), que é seguida pela relação triádica, quando surge um pai diferenciado, haveria um estágio unipessoal, individual. Sua proposta difere do que conhecemos de Freud sobre o narcisismo ou o auto-erotismo, pois o que sugere é que a possibilidade de ficar só em estado tranqüilo, condição a que ele chama de “solidão sofisticada”, depende de uma experiência, enquanto lactante, de ter ficado só, na presença da mãe.
Winnicott acha precoce falar em impulsos e fantasias antes dos seis meses. Segundo ele, a criança ainda precisa organizar-se e para isto ela precisa da mãe.
A tensão de necessidade é um precursor de um impulso instintivo. Na sua concepção, o bebê tem uma tensão de necessidade, uma falta. A fome poderia ser um exemplo disto.
NAFFAH NETO, Alfredo. A noção de experiência no pensamento de Winnicott
como conceito diferencial na história da psicanálise. Nat. hum., São Paulo , v. 9, n.
2, dez. 2007 . Disponível em
Acesso em 20 abr 2014.

• SVARTMAN, Betty. Winnicott: conceitos que abrem novos caminhos. Rev.
SPAGESP, Ribeirão Preto , v. 1, n. 1, 2000 . Disponível em
. Acesso em 20 abr 2014.

StudyBay é uma plataforma de freelance. Todos os trabalhos apresentados no site são enviados por nossos usuários que tenham concordado comregras d a colocação de trabalho no site e ter todos os direitors autorais necessários para esses trabalhos. Baixando o trabalho, você concorda que ele não será apresentado como o seu próprio, mas será usado apenas como um exemplo ou fonte, com a referência obrigatória para a autoria do trabalho. Se você é o proprietário dos direitos autorais e considera que este trabalho é postado aqui sem a sua permissão - por favor preencha o formulário e nós removemos o trabalho do site. Preencher os campos
Avaliamos em 10 minutos de graça
Não gostou do trabalho?
Pode encomendar qualquer trabalho acadêmico aos nossos escritores a partir de 5 reais! Faça o pedido e receberá as ofertas em 10 minutos!
Fazer um pedido